Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘call parade’

Há algum tempo atrás, além de meu pai me contar uma história reveladora ele ainda me entregou um saquinho com umas coisinhas coloridas dentro.

Bolsinha passada através de gerações !

Na época eu não sabia ao certo o que fazer com aquilo e confesso que fiquei um tanto assustada com a revelação que ele me fez.

Ele me contou que aquele saquinho havia passado por algumas gerações da nossa família, mas que nenhuma das pessoas que o recebeu soube claramente o que fazer com ele e por insegurança, o máximo que fizeram, foi passar adiante para as próximas gerações.

Eu era pequena, não entendia direito o valor que aquela revelação tinha, e só guardei o tal saquinho até pouco tempo atrás porque eu adorava colecionar coisas pequenas.

A revelação assutadora era que ali dentro daquele saquinho havia palhetas mágicas !!!!!!!!

Elas foram criadas por um mago que vivia em uma floresta longínqua e sem muitos habitantes. O Mago, chamado Péricles, as criou para preservar o que havia descoberto de mais importante em matéria de mágica e felicidade.

Destes poucos habitantes que conviviam com o Mago Péricles, um deles conhecido como Azhy, era muito invejoso e tinha pouca capacidade de raciocinar. Então ao invés de tentar aprender com o Mago, achou mais fácil destruí-lo, pois acreditava-se que matando algum ser vivo, todos as suas qualidades eram transferidas automaticamente.

Mas como o Mago não era bobo nem nada, decidiu transmitir toda a sua sabedoria, conhecimento, qualidades, inteligência, e o mais importante: suas mágicas e suas descobertas a respeito da felicidade em 3500 pedaços de plásticos coloridos que eram utilizados como brinquedo educativo para as crianças da aldeia.

Palhetas Mágicas

Foi uma escolha muito bem pensada, já que Azhy era avesso as crianças, pois a felicidade e alegria que elas imanavam espontaneamente o deixavam bastante agressivo e inconscientemente mais invejoso. E com essa aversão às crianças, ele nunca chegaria perto destes brinquedos especiais.

E assim os dias foram passando até que Azhy conseguiu realizar seu feitio de destruir Péricles. No entanto, como Péricles já esperava por essa maldade, criou uma mágica para que assim que seu coração parasse de bater, Azhy se transformasse em um pássaro imortal. Dessa forma não conseguiria fazer mal a mais ninguém…..

Meu pai disse que até hoje podemos nos deparar com o Azhy, mas nunca saberemos que é ele, pois as informações quanto as características dele foram se perdendo no tempo, a única coisa que ele sabia era que o pássaro ficou da mesma cor dos brinquedinhos mágicos.

Azhy

Depois de algum tempo o que foi verificado pelos mais velhos é que aqueles plastiquinhos coloridos tinham algo de especial, pois a medida em que as crianças iam crescendo não conseguiam se desvencilhar daqueles brinquedos. E quando ficavam algum tempo longe, uma tristeza sem motivo e sem tamanho tomava conta delas.

A fiha de Péricles, Teja, ouvindo isso, recolheu todas as palhetas e as guardou em um lugar bem escondido. As crianças ainda perguntaram pelas palhetas por algum tempo, mas logo esqueceram, afinal estavam em idade de casar e neste caso, somente o amor verdadeiro pode suprir o bem-estar causado pelas palhetas.

Amor Verdadeiro!

E assim como o destino impôs, um dia, ela conheceu um caçador e se mudou da aldeia sem deixar para trás aquelas misteriosas palhetas.

Certa vez, quando retornou a aldeia encontrou sua mãe já muito doente, nesta ocasião ela lhe contou a lenda das palhetas mágicas e pediu para utilizá-las somente em uma ocasião especial. Pediu para manter todas juntas. pois assim a felicidade estaria completa e sempre com ela. E lembrou-a de que somente um verdadeiro amor poderia trazer uma felicidade maior do que a passada pelas palhetas mágicas. Ela também explicou que as palhetas sozinhas  manteriam o efeito de bem-estar, porém em menor intensidade. Para que uma sozinha funcionasse adequadamente seria muito simples, era necessário somente deixá-la próxima do corpo para que a felicidade fosse contagiante. Ela também disse que as pessoas mais tristes são atraídas por ela, mas isso foi pensado pelo Mago Péricles, porque ele sabia que quem está triste não tem vontade de fazer nada. E com essa atração,  a pessoa ao se aproximar das palhetas, a felicidade aconteceria sem ela perceber.

E assim foi o que aconteceu: Teja as manteve sempre unidas e assim passou para o seu filho. Seu filho no entanto, casou-se cedo e no amor encontrou toda a felicidade e guardou para seu filho. Seu filho Thomáz era o meu avô. Ele as manteve sempre juntas até passar para o meu pai que então passou para mim.

Eu ja tinha a idéia de passar adiante essas palhetas, separá-las e multiplicar a felicidade entre as pessoas. E quando surgiu o concurso da Vivo, pensei: É agora a chance de transmitir a felicidade para essas pessoas tristes fruto deste caos urbano.

Eu já não precisava dessas palhetas há algum tempo, afinal já tenho o amor verdadeiro para suprir toda minha necessidade de felicidade.

Levei a idéia adiante e enviei o projeto para VIVO e quando fui selecionada, enorme foi minha alegria. Então, para que ninguém percebesse, foi gravado o nome de uma marca famosa de instrumentos musicais, já que as palhetas que eu possuia eram bem parecidas com as palhetas atuais utilizadas para tocar guitarra.

Finalizei o projeto e me sinto grata de a felicidade estar sendo transmitida !!!

Conheçam o projeto aqui. O meu orelhão é o número 50.

Pegue a sua !!!

É certo que o meu orelhão está ficando cada vez mais feio, desfalcado de palhetas, mas por outro lado, a felicidade está sendo emanada pela cidade de São Paulo.

Mantenham as palhetas próximas ao corpo e sinta a felicidade que foi transmitida às palhetas há muito tempo !!!

Se ainda não pegou a sua, corra até a Av. Paulista, 2073 – em frente ao Conjunto Nacional e retire a sua cota de felicidade……

Tá em Choque?

GABI!

Read Full Post »

Saiu a lista dos locais onde estarão expostos os orelhões.

O meu estará na Av. Paulista, 2073. Em frente ao Conjunto Nacional.

A exposição ocorrerá do dia 20/05 ao dia 24/06.

EBA!!!

Está na rede:

Arquitetando Moda

Circulado

Blog La Estampa

Hiperoginal

Hypeness

Fotojornalismo São Paulo

Hoje Não Tem Grife

Callparade

Lafloor.es

Design para Usar

Jornal da Paraíba

Kalimo

Juxtapoz Magazine

Solo Sedie

Elza Cohen

 

 

Tá em Choque?

GABI!

Read Full Post »

Tô inspirada !!!!

Agora não me resta fazer mais nada……….Afinal cada pessoa poderia enviar somente 2 projetos.

Esgotei minhas chances…….

Dedos cruzados e só !!!

 

EBA 2!!!!

Tá em Choque?

GABI!

Read Full Post »

Segue projeto de um dos concorrentes ao Call Parade….

Eu achei o projeto incrível e aceito que pra este eu ja perdi !!!

SNIF !!!

 

Tá em Choque?

GABI!

Read Full Post »

Acabei de mandar minha proposta para o Call Parade……….

Agora é só esperar o resultado…………..Torcendo pra dar certo, claro………….

Boa toda sorte pra todos nós, concorrentes………..

EBA!!!

Tá em Choque?

GABI!

Read Full Post »

Tenho em minhas mãos 4 concursos que estão abertos e convido vocês a serem meus (minhas) concorrentes.

Já vou avisando que sou uma concorrente forte (?) e que participarei dos quatro…..

Então vamos a eles:

1 – Concurso Cultural #Procultura – Cultura e Mercado

No dia 19 de Maio, o Cemec e o Cultura e Mercado irão promover o seminário #procultura, um evento sobre o projeto de lei que altera a Lei Rouanet.

“O evento buscará colocar luz sobre as implicações em todas as áreas envolvidas, convergir argumentos, forças e propostas para um novo modelo de fianciamento à cultura no Brasil.”

O concurso cultura #procultura funciona da seguinte forma: Para participar, os interessados, deverão enviar um artigo de até 5 mil caracteres, abordando criticamente aspectos do projeto de lei que altera a Lei Rouanet, o Procultura. Os melhores textos serão publicados no site e os autores ganharão um ingresso para o seminário.

Inscrições: de 21 de Março a 10 de Maio. O resultado sairá até o dia 16 de Maio

Clique aqui para ler o regulamento

2 – IV Concurso de Desenho Talentos Design´12 – Fundação Banco Santander

Trata-se de um concurso de design para universitários e estudantes do ensino superior, com o objetivo de fomentar, reconhecer, difundir e premiar a criatividade e o talento no âmbito do design.

Há cinco categorias temáticas:

  • Espaços e decoração
  • Industrial ou produtos
  • Gráfico
  • Moda e Têxtil
  • Digital

Os participantes poderão enviar suas obras até o dia 10 de Maio de 2012, as 17h (hora espanhola)

Os projetos serão votados pelo público no site do concurso, e os selecionados serão os que tiverem maior pontuação média.

O período de votação começa as 11h (hora espanhola) de 1 de Fevereiro de 2012 e termina no dia 17 de Maio de 2012, as 17h (hora espanhola)

A notificação das obras selecionadas será no dia 12 de Junho de 2012

Dos projetos selecionados, um juri composto pela Fundação selecionará 6 obras, das quais 1 será a obra vencedora, e as outras 5 receberão menção honrosa.

O vencedor terá direito a 5.000 Euros brutos e a exposição da obra premiada. Haverá ainda 5 menções honrosas, que obterão um prêmio de 2.500 Euros brutos para cada um.

Acesse o site e conheça os projetos já inscritos.

3 – Folha Memória – Folha de S. Paulo

Programa de Orientação de Pesquisa em História do Jornalismo Brasileiro, que dará bolsas para pesquisas de temas da história do jornalismo brasileiro. Podem ser propostas sobre fenômenos de qualquer época (inclusive contemporâneos), relacionados a qualquer meio jornalístico.

Poderá se inscrever qualquer pessoa que esteja cursando ou tenha concluído qualquer curso de graduação em qualquer universidade brasileira.

O objetivo é promover a realização de pesquisas conduzidas com rigor acadêmico, mas apresentadas na forma de um texto de interesse geral.

As bolsas constituir-se-ão em reembolso de despesas, no valor de R$2.530. Estarão ainda à disposição de cada um dos bolsistas a quantia de R$3.150 para viagens

Os temas sugeridos nesta edição são:

  • Jornalismo na São Paulo modernista dos anos 20
  • 60 anos de jornalismo de saúde – da descoberta do DNA à vacina contra o câncer
  • Angelo Agostini (1843-1910) e a “Revista Ilustrada” contra a escravidão
  • O jornal pernambucano “Diário Novo” no centro da revolta Praieira (1848)
  • A história da revista “Senhor” (1959-1964)

As inscrições se encerram à meia-noite do dia 30/04/12 e a divulgação dos contemplados será feita em 15/07/12 (um dia depois do meu aniversário…..será um sinal?).

A entrega do livro pronto será em 15/01/13, que deverá ter entre 80 e 100 laudas (de 168 mil a 210 mil toques)

Os textos finais serão avaliados e o vencedor receberá um laptop no valor de R$2.500 e os outros bolsistas receberão, cada um, um vale-livros da PubliFolha no valor de R$500.

Acesse o regulamento

4 – Call Parade – VIVO

Entre 20 de Maio e 24 de Junho acontecerá a Call Parade, que transformará 100 telefones públicos da capital num suporte original para obras de arte.

Avenida Paulista, saída do Metrô Consolação, comunidade Paraisópolis, Pinheiros e Vila Madalena são algumas das áreas da cidade escolhida para o projeto.

As inscrições acontecem até dia 8 de abril. A listagem dos selecionados será divulgada no site em 11 de Abril.

Os selecionados receberão a cúpula, confeccionada em fibra de vidro, com fundo branco, preparada para receber os projetos mais criativos.

Além do reembolso de material, os selecionados receberão uma ajuda de custo de R$ 500

Acesse o regulamento e formulário

Tá em Choque?

GABI!

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: